domingo, 6 de julho de 2008

Queda Livre (1361.7 Gramas)



"A única pergunta a ser feita... Porquê?"

Dias e dias e a vida permanece em tempos distintos...
Rosas e mais rosas e a beleza que se enxerga são seus espinhos.
Eu sei que está tudo errado...
Mas tenho que correr, correr atrás e sempre encontrar a porta fechada.

Eu gosto de sentir o vento em meu rosto.
Enquanto eu caio insano nas mãos do porvir
Eu gosto de me sentir vivo e respirar.
E nessa Dissonância me sinto submergir...

E enquanto vivo Desdenho o amor que me motiva a viver...

Eu respiro enquanto caio, porque assim me sinto seguro.
Me sinto como se o tempo fosse trazer conforto,
Eu sorrio constantemente, porque assim me sinto feliz.
Como se tudo estivesse na mais absoluta harmonia.

Como se nada tivesse acontecido eu sorrio...
E morro lentamente...
Felizmente...
Acreditando plenamente num futuro que não virá.
Porque assim me sinto seguro
Porque assim eu respiro.
Como se nada tivesse acontecido
Como se tudo estivesse perfeito.

Então caminho dissonante...
Feliz, ou inconstante,
sem destino ou desatino.
Porque a sanidade que me prende a vida...
Um dia foi loucura
Um dia foi Sonho...
Se tornou Tempestade...
Me ensinou a não acreditar nas pessoas,
A não amá-las,
porque somos feitos de nós mesmos...

"Dissonância?
O tempo não engana...
Encontrar essa resposta.
É encontrar a morte.
Não há entendimento.
Não há mente que suporte
a liberdade para tentar
Quanto mais se tenta,
Mais se percebe,
o quanto é inseguro
ser livre
ser criança"

Quem será o último a cair?
A provar da rosa envenenada.
Melhor é ser vazio.
E não acreditar em nada.
Ser animal.
Sem sentimentos,
Sim..
Desejos
Prazeres.
Posso me cansar de caminhar?
já faz muito tempo
e ninguém teve coragem de lutar
pois que cada um teve seu derradeiro fim...

LUTAR....
SANGRAR...
BASTARDOS MALDITOS...
é só uma caminhada para a MORTE.
CEGOS...
OTÁRIOS.
Não acredito no seu mundinho falho..
Socialista ou Monarca...
Pacifista ou Sanguinário.
Não acredito no seu amor e no seu ódio
Todos são egoístas..
Estão todos mortos
Porque ninguem se atreve a ser o que é?
Que mais querem esperar?
O fim de tudo?
A alegria vindoura??
MALDITOS...
Quem um dia se atreveu a dizer CHEGA???!!!!
A todos vocês que lêem com os olhos fechados.
Talvez passem e apenas digam:
"Que bonita a ferida em ti..."
Atreveriam-se a tentar entender?
CHEGA!!!!
CHEGA!!!!
Eu quero acordar...
Eu quero entender o porque..
De Cada ferida exposta,
De cada Lágrima inexpressiva
CHEGA!!!

Me abstenho de continuar...
Sou fraco pois....
Mas isso é problema meu.
Eu nunca mudo...rsrsrs

2 comentários:

Deborah disse...

sorry, but "everybody lies" is the only thing I can tell you now.

Jenifer Gavilan disse...

Que bonita a ferida em ti, sim...belo também é o que dói, que nos faz lembrar a todo instante que estamos vivos e precisamos continuar a caminhar, apesar de tudo...estando vivo ou morto poeticamente, não importa, o mundo não pára para nos assistir...
Abuse da poesia e escreva as suas próprias mentiras também, caro poeta...
Beijo!

 
© Direitos e Esquerdos Reservados à Renato Snowareski Gomes