quarta-feira, 17 de outubro de 2007

O Amanhecer...


Acorde Criança...
O dia amanheceu...
Não era o que voce sempre queria?
Tire de si esse cobertor negro...
Faz calor agora

"A luz te revela, anjo dos mistérios...
Olhos singelos e belos como a vida..
Olhos incertos... que me prenderam
A serpente e a Inocência...
Como uma só..."

Faz calor agora...
A chuva abraça meu coração.
Tão fatigado coração
Agora bate tranquilo..
Repousa sobre o rio...

"Leve-me para o mar...
Deixe-me entre as ondas
Deixe-me te olhar...
Sei que meu tempo é curto...
Ou talvez Eterno,
Mas vale a poesia"

2 comentários:

Deborah disse...

Sublime,
ao mesmo tempo otimista sem ser excessivamente meloso.
Ainda acho q não tenho nada a ver com isso. rs


Bjsss

Jeni disse...

Que a poesia viva em forma de prosa!
I love you so!

 
© Direitos e Esquerdos Reservados à Renato Snowareski Gomes