quarta-feira, 21 de junho de 2006

Indescritible Despair....


Vozes na minha cabeça...
Eu não deveria ter te deixado.
Ilusões, sinais da desgraça,
Eu não deveria ter me matado

Eu não queria te sangrar...
Meus olhos estão manchados de dor,
Se tudo pudesse terminar...
Existe ainda luz em meu campo de horror?

Eu ouço os meus pecados me chamando
Em meu peito uma história mal contada.
Obcessivo, acreditando e esperando...
Mesmo sabendo que a história está acabada.

Lembranças...
Assassinas cruéis...
Esperançosa dependência da irrealidade...
Prisão dos desejos

...

"Aquele dia alguns pássaros cantaram...
Aquele dia eu mesmo não era eu...
Aquele dia talvez fosse minha salvação...
Aquele dia comigo morreu..."

"Eu que senti o lado doce do inverno,
De tanto estar nele...
Senti o gosto amargo de seu fel..
De tanto amá-la...
A mão que me tirou da tempestade...
Eu a tirei de mim...
E meu amor se tornou obcessão..."

"Eu que realmente não amava além da paixão,
Sonhei um dia em descobrir o além,
E vi... era apenas um abismo...
E eu já tinha pulado..."

Memórias de um passado cada vez mais distante...
Mas cada dia mais presente... constante.

Eu que gostava da escuridão...
Mas eu não era a escuridão.
Infeliz do Terrível dia...
Em que as trevas me tomaram pela mão

3 comentários:

Deborah disse...

Olá
poxa, quanto tempo para postar algo novo heim...
Gostei muito do texto, muito mesmo...vc nem imagina.
Sinto saudades dos tempos q conversavamos mais. Maldito tempo q insiste em rastejar, não pára e nem corre...
Eu atualizei o meu flog tbm, se quiser passa la.
T adoro
Bjos

Jeni disse...

# Ooooooo poeta magnífico!
Muito bom este texto...aff, todos são!!
Quem é o autor de outra parte do poema?

"Infeliz do Terrível dia...
Em que as trevas me tomaram pela mão"....eu já vi algo parecido em algum lugar...

Bruno disse...

Devo admitir, meu parabens, os ultimos poemas ficaram estupendos bem profundos e expressivos...
Mas o primeiro paragrafo, a você disse:"...Eu não deveria ter te deixado. ..."
E sobre alguem que nós conhecemos?
Floww cara...
nice fall

 
© Direitos e Esquerdos Reservados à Renato Snowareski Gomes