segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Esquecimento Parte I

Parte I - Esquecer... ( O poeta está vivo)

Não existe dom mais complicado que esquecer
Se libertar ou se sentir livre do véu negro.
De imagens e imaginações e escuridão
A quem a luz e a alegria são apenas farpas sangrentas

Mas quem olharia apenas pro presente
Se não se lembrasse daquilo que nos fez
Daqueles momentos perfeitos ou malditos
Quem seriamos nós

Que hoje somos parte desse sentimento
De angústia e de Nostalgia
Tão terrível quanto a queda-livre
Uma prisão tão densa quanto o ferro das grades

1 comentários:

lucy disse...

gosto das palavras soltas e no seu encaixe perfeito, mesmo que as vezes pareça louco, e q só o escritor saiba o q significa...
e vc sabe fazer isso no que escreve, é entorpecedor e chamativo o seu texto, fiquei fascinada!!!!

adorei, mesmo!

luci

 
© Direitos e Esquerdos Reservados à Renato Snowareski Gomes