segunda-feira, 21 de julho de 2008

This Beautiful Song Filling My Head...



(Este belo som preenchendo minha cabeça)

I can hear her song within the air
The slow dream,
the flowers rising against the storm...

No more teardrops in my face.
No man can halt my life again.
I´m Sorry God for I´d hated you that way...

No misunderstood words, no sorrow...

I can her her voice melting the ice.
A slow kiss,
The eternal rose, not a single thorn..

No more futile sadness in my eyes..
Let the wind makes me shiver,Oh God,
Is this a gift? I´m sorry for do not deserve.

No misunderstood words, no sorrow...
No suffering, no illness, No Hell.

Just a sight, so divine and pure.
Not compared to my unsightly crime.
Call this love, but i have to fell,
Understand If love can make me sane or real.

No misunderstood words, no sorrow...
No suffering, no illness, No Hell.
Not a single decayed vision,
Not a little fallen tear... NOT AGAIN

Raising my hands to what I fell.
I give up to this song
Filling my head and all my dreams.
Through her hands, shall it last.
The enigma of a life...
Enslaved by the time
Who waits for better words to say.
Who waits for a higher hand to take ours...
And make this last for a while
Just a moment pure or divine,
Or just keep playing
This beautiful song within my life.

domingo, 6 de julho de 2008

Queda Livre (1361.7 Gramas)



"A única pergunta a ser feita... Porquê?"

Dias e dias e a vida permanece em tempos distintos...
Rosas e mais rosas e a beleza que se enxerga são seus espinhos.
Eu sei que está tudo errado...
Mas tenho que correr, correr atrás e sempre encontrar a porta fechada.

Eu gosto de sentir o vento em meu rosto.
Enquanto eu caio insano nas mãos do porvir
Eu gosto de me sentir vivo e respirar.
E nessa Dissonância me sinto submergir...

E enquanto vivo Desdenho o amor que me motiva a viver...

Eu respiro enquanto caio, porque assim me sinto seguro.
Me sinto como se o tempo fosse trazer conforto,
Eu sorrio constantemente, porque assim me sinto feliz.
Como se tudo estivesse na mais absoluta harmonia.

Como se nada tivesse acontecido eu sorrio...
E morro lentamente...
Felizmente...
Acreditando plenamente num futuro que não virá.
Porque assim me sinto seguro
Porque assim eu respiro.
Como se nada tivesse acontecido
Como se tudo estivesse perfeito.

Então caminho dissonante...
Feliz, ou inconstante,
sem destino ou desatino.
Porque a sanidade que me prende a vida...
Um dia foi loucura
Um dia foi Sonho...
Se tornou Tempestade...
Me ensinou a não acreditar nas pessoas,
A não amá-las,
porque somos feitos de nós mesmos...

"Dissonância?
O tempo não engana...
Encontrar essa resposta.
É encontrar a morte.
Não há entendimento.
Não há mente que suporte
a liberdade para tentar
Quanto mais se tenta,
Mais se percebe,
o quanto é inseguro
ser livre
ser criança"

Quem será o último a cair?
A provar da rosa envenenada.
Melhor é ser vazio.
E não acreditar em nada.
Ser animal.
Sem sentimentos,
Sim..
Desejos
Prazeres.
Posso me cansar de caminhar?
já faz muito tempo
e ninguém teve coragem de lutar
pois que cada um teve seu derradeiro fim...

LUTAR....
SANGRAR...
BASTARDOS MALDITOS...
é só uma caminhada para a MORTE.
CEGOS...
OTÁRIOS.
Não acredito no seu mundinho falho..
Socialista ou Monarca...
Pacifista ou Sanguinário.
Não acredito no seu amor e no seu ódio
Todos são egoístas..
Estão todos mortos
Porque ninguem se atreve a ser o que é?
Que mais querem esperar?
O fim de tudo?
A alegria vindoura??
MALDITOS...
Quem um dia se atreveu a dizer CHEGA???!!!!
A todos vocês que lêem com os olhos fechados.
Talvez passem e apenas digam:
"Que bonita a ferida em ti..."
Atreveriam-se a tentar entender?
CHEGA!!!!
CHEGA!!!!
Eu quero acordar...
Eu quero entender o porque..
De Cada ferida exposta,
De cada Lágrima inexpressiva
CHEGA!!!

Me abstenho de continuar...
Sou fraco pois....
Mas isso é problema meu.
Eu nunca mudo...rsrsrs

 
© Direitos e Esquerdos Reservados à Renato Snowareski Gomes